Osis Dust It Schwarzkopf Comparando o Original e o Made in China

Posted on January 14, 2020May 22, 2020Categories Estilo, moda

Lembram quando a gente falou do Osis+ chinês aqui? Então, a própria Schwarzkopf entrou em contato conosco e nos mandou o texturizador original para testarmos e compará-los. E logo de início já dá pra notar que a diferença é gigantesca.

A gente comparou tudo: desde a embalagem até a função e desempenho do produto, o que é o mais importante. Vamos lá!



Bem, só pela embalagem já dá pra ver que a diferença é grande. Quando você tem o original na mão, fica fácil perceber que a imitação é bem grosseira. Em relação ao produto, tudo é bastante diferente. Primeiramente: o pó é completamente diferente. O original é mais denso e sai com tudo do potinho (isso é um ponto negativo, acho que desperdiça o produto) e o falso é leve demais e você precisa sacudir o potinho mil vezes pra sair a mesma quantidade que sai no original (isso também não é bom, é difícil dosar), além de voar pó pra tudo quanto é lado!

O original não fica neon e realmente some no cabelo. Não há nenhum vestígio de que um pozinho passou por ali. Já o falso é aquela marmota toda que a gente já tinha falado, não dá pra disfarçar que você usou algo.

Na foto da esquerda, os dois produtos estão diretamente sobre os fios, sem espalhar. Na da direita os dois foram espalhados. O falso ainda continua neon enquanto que o original não deu nem as caras. Ambos dão textura aos fios, mas o original faz isso sem melecar o cabelo como o falsificado. Ele dá volume e retira todo o brilho, mas os fios continuam maleáveis, é muito natural. O falso endurece o cabelo feito laquê e não há dedo que penetre no murundu, querida. Sem falar no aspecto de cabelo sujo que não ocorre no original.

Como vocês puderam notar no cabelo da Bia os dois produtos têm mesmo uma grande diferença. Eu (Lívia) também experimentei no meu cabelo e aconteceu a mesma coisa, o lado do “made in China” ficou embaçado sabe (ainda mais que meu cabelo é escuro!) e o outro com uma aparência normal e sem aquele grude todo que fica com o o outro.

Bem, eu, Bia acho mesmo que os dois produtos são completamente diferentes. Em tudo, na textura, no acabamento (esse é essencial), na embalagem… Apesar de ter custado bem menos, não vale a pena usar o falsificado. Se você tem só ele, até se vira, mas quando vê o original, percebe que um não tem nada a ver com o outro.

Junto com o produto a Schwarzkopf enviou uma carta em nosso nome explicando que estavam enviando o produto para que pudéssemos comparar com o “made in China” e mostrar pras nossas leitoras a enorme diferença de um para outro. Também deixaram claro que não se responsabilizam (o que está mais que certo) pelo produto imitação e as consequências que ele pode trazer para suas madeixas. Portanto meninas, vamos ficar atentas, pois você pode estar comprando o genérico achando que está comprando o original (já vi muito vendedor enganando os clientes, no mercado livre principalmente). O original custa cerca de U$20 fora daqui e por volta de R$120 aqui no Brasil.

Esse post tem apenas o intuito de mostrar a diferença entre os dois produtos e ajudá-las a identificar qual é o verdadeiro e qual é o “made in China”. Não estamos aqui para repreender ninguém por comprar o chinês, uma vez que nós também compramos para experimentar!

E vocês? O que acharam sobre a diferença entre os dois?